Buscar
  • Yes Edu

Como os cursos EaD podem mudar após o fim da pandemia?

São inúmeras as transformações que a pandemia de Covid-19 tem promovido na vida de todos os membros de nossa sociedade, com impactos enormes e para os mais diversos setores de nossa economia.

No caso da Educação, aconteceram grandes mudanças nesses últimos oito meses, desde quando começou a pandemia no Brasil e, com isso, teve início o isolamento social.

Para sobreviver a essas transformações, as pessoas precisaram encontrar novas formas para se adaptar à nova rotina imposta em nossa sociedade, ou “novo normal”, como vem sendo chamado popularmente. Ao longo deste texto, vamos tentar analisar como vamos enfrentar o ensino EaD em um futuro pós-pandemia. Vamos lá? O aumento do EaD durante a pandemia

Essa situação inédita obrigou as empresas e instituições de ensino a buscarem novas formas de continuarem atendendo as necessidades de seu público. A principal aliada no momento para auxiliar a maioria das atividades tem sido a tecnologia. E é justamente dentro desse contexto que os cursos de ensino a distância tem ganhado espaço em nossa sociedade, seja para as pessoas que perderam o emprego na pandemia e estão em busca de melhorar o currículo para um possível recolocação profissional no mercado ou aos que estão com o tempo mais disponível, a procura de aproveitá-lo de forma mais produtiva. Para as instituições de ensino que tem apostado na modalidade de Educação a Distância (EaD), a pandemia impulsionou esse mercado e, de acordo com os especialistas, essa tendência será ainda maior pós-pandemia.


Depois da pandemia, a educação não será a mesma

O fato é que no pós-Covid-19, a educação jamais será a mesma. Isso se deve à ampliação no número de pessoas que antes da pandemia não tinham experimentado o ensino a distância. Após se acostumarem com o modelo, é bem possível que elas passem a adotá-lo. Ou então, por conta do aumento das políticas públicas nesse sentido.

Se o governo tinha alguma resistência ao EaD, nesse período se viu “obrigado” a liberar e ampliá-lo por meio de medida provisória que autoriza aulas à distância para as crianças e jovens de todo o país. Na opinião da Abed, a tendência é que isso aumente ainda mais nos próximos anos.


Fonte: https://querobolsa.com.br/revista/como-os-cursos-ead-podem-mudar-apos-o-fim-da-pandemia

7 visualizações0 comentário